terça-feira, 22 de setembro de 2015

Rui se diz contra legalização das drogas, que criará 'exército' do tráfico

Rui se diz contra legalização das drogas, que criará 'exército' do tráficoO governador Rui Costa se manifestou nesta segunda-feira (21) contra a legalização das drogas, que está em votação no Supremo Tribunal Federal (STF). “Eu não sou favorável a legalização das drogas porque não estamos falando aqui de drogas com menor potencial ofensivo. 

Não se trata aqui da legalização de uma droga, como a maconha, que é a que tem menor poder sobre o corpo humano. Está se falando da legalização de uma forma geral”, disse. Para ele, o legalização criará um “exército” de crianças e jovens a serviço de traficantes. “Como eu citei aqui, nós temos infelizmente pais usando filhos de 8 anos de mula para fazer o tráfico de drogas. 

Então se você legaliza o porte individual, vamos facilitar muito, e quem vai se beneficiar disso são grandes traficantes, que vão transformar milhares de crianças em portadores de pequenas quantidades de droga. 

O limite que a Justiça estabelecer, será o limite que a criança vai portar de droga para que seja caracterizado o uso individual”. Questionado sobre a legalização especificamente da maconha, que apontou como de menor potencial ofensivo e escopo do processo em julgamento no STF, Rui negou. “Não sou a favor da maconha, não. 

Eu estou dizendo que o que está se discutindo no país não é isso”. O governador destacou que os traficantes que se beneficiariam com a medida podem nunca vir a ser presos. “Então quem vai ganhar dinheiro com isso? Não é a criança, quem vai ganhar são os grandes traficantes. Muitos deles nunca vão ser presos, porque eles nunca vêm para a rua fazer enfrentamento. Eles estão usando nossos filhos, nossas crianças, nossos netos, como escravos do tráfico. Por isso que eu sou contra a legalização”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário